quarta-feira, 4 de maio de 2016


COMBINAR É PRECISO

Por Wagner Barja
Combinatórias, título que nomeia a exposição do artista Herê Fonseca, a princípio parece não dizer muito, mas sem dúvida, por ser uma palavra indicativa que não fecha nenhuma ideia conclusiva, aponta para um interminável combinar de cores vibrantes e signos identificáveis no cotidiano.
No seu conjunto formam constelações que impulsionam a linguagem construtivista do artista. Um herdeiro das narrativas do grafiti e das histórias em quadrinhos, Herê segue com firmeza e obstinação a multiplicar e a combinar imagens com a força de um primitivismo contemporâneo.
O artista faz aflorar dessas imagens produzidas com obsessão o seu discurso plástico, que indica,  como quer demonstrar o título de sua exposição,  as várias direções e possibilidades de construção na montagem de um quebra cabeças de imagens, de cores chapadas e traços marcantes, sempre com um partido estético  bidimensional.

Wagner Barja é artista plástico e critico de arte. Mestre em arte e tecnologias das imagens IdA/Vis - Unb - Notório saber em plástica, teoria e história da arte e arte educação pelo conselho superior de educação. Doutorando em ciência da informação FCI/UnB

domingo, 6 de dezembro de 2015

Apresentação

Herê Fonseca nasceu em Alfenas, Minas Gerais em 1975, Vive e trabalha em Sorocaba. Curso superior em Artes Plásticas, com licenciatura em Educação Artística em 2004. Cursos de aperfeiçoamento em Artes, entre eles Arte e Cidade na Universitat Politecnica da Catalunya, Barcelona, Espanha, em 2006.

Entre as exposições individuais estão: Musicarte no hall do Teatro da UFMT 2015.  Cubo Negro no MACP e Pavilhão das Artes em Cuiabá, 2011 curadoria de Ludmila Brandão,Trilhas dos traços, no MISC, Cuiabá MT, 2010, Esculturas em Movimento na Casa de Cultura da América Latina em Brasília, DF, 2009; Oscilações no  Sesc Arsenal em Cuiabá, MT, 2009, Exposição de Mascaras no Atelier Herê Fonseca em Piracicaba SP, 2008;Aéreas, na Galeria Unimep, Piracicaba, SP, 2005;   Espaço aquário em Votorantim SP, 2003;  Garatujas ao vento na Casa do Povoador, Centro Cultural da Rua do Porto em Piracicaba, SP 2001, Ensaios, na Galeria UNIMEP, 1998.

Realizou 30 exposições coletivas entre elas: O que é que a cidade tem? curadoria de José Serafim Bertoloto em 2015. Percurso no MACP, prêmio ABCA pela curadoria de Aline Figueiredo em 2014; In Dios sincronias no MACP Cuiabá , MT , 2013. Mostra de Arte Contemporânea Pavilhão das Artes Cuiabá MT 2012, Panorama das Artes mato-grossenses, PAM, 2012, Circuito Cultural Setembro Freire, Pavilhão das Artes, Cuiabá Mato Grosso, 2010; Mostra de Arte Contemporânea no Engenho Central, Piracicaba SP, 2004;Fragmentos e Segmentos da Arte Contemporânea, Galeria do Teatro Losso Neto, Piracicaba SP, 2000;   Participou de intervenções Urbanas na cidade de Cuiabá com o coletivo à deriva, prêmio Salão Jovem Arte de 2012 com a instalação Cidade Reinventada.  Como professor, ministrou disciplinas de História da Arte.

Entre as cenografias estão a do curta-metragem Bolhas de Sabão desmancham no ar e Licor de Pequi de Marithe Azevedo. 

Trabalha com esculturas aéreas em movimento, esculturas estáveis, tempera sobre papel, acrílico sobre tela, murais, esculturas em argila, máscaras, óleo sobre tela, acrilico sobre tela, empapelamentos, pinturas em seda, objetos. Ministra oficinas de arte para crianças e adultos.


Herê Fonseca
herefonseca@gmail.com
15 981164253






MUSICARTE Exposição e cenário















quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Estudos para cartaz


                                                         Guache  sobre   papel  canson A4
                                      Para a capa da Revista EBR 



Imagem do 100em1diacuiaba












Herê Fonseca é artista plástico.
herefonseca@gmail.com
Celular: (15) 981164253
Fixo: (15) 33460669